Afinal, o que é DATA DRIVEN?

Um dos termos que está mais em alta no mercado de startups, marketing, pesquisa e de tecnologia no geral é  “Data Driven”. E nós temos certeza de que você já se deparou com ele enquanto estava lendo alguma postagem no LinkedIn ou algum artigo em um blog especializado. Mas você realmente sabe o que ele significa?

O termo Data Driven vem do inglês e em tradução livre significa “orientado por dados”. Ou seja, quando uma empresa toma suas decisões estratégicas baseadas em análises e na  interpretação de dados, ela adotou uma cultura DATA DRIVEN. 

Para isso, não basta ter melhores softwares, a melhor inteligência artificial e ser fera em Big Data. É preciso promover um novo mindset em todos os colaboradores. Ou seja, empresas que seguem essa cultura possuem metodologias data driven, que já estão presentes na forma de pensar, de encontrar novas soluções e de resolver problemas do dia a dia. 

E por que ser Data Driven é vantajoso? Nos baseando em dados de qualidade, nós sabemos exatamente o que os consumidores pensam, querem e esperam. Assim, as decisões podem ser tomadas de forma muito mais assertiva e sem correr riscos, pois os dados garantem os resultados de cada ação a ser tomada.

A cultura Data Driven permite uma maior personalização nas ações de marketing da empresa, tornando suas campanhas muito mais eficazes para a atração, conversão e retenção dos clientes (pois com os dados certos em mãos, você sabe exatamente o que irá atraí-los e mantê-los por perto) e também garante um melhor relacionamento com seu consumidor, pois os dados te entregam quais as suas necessidades, suas dores e as suas dúvidas (além de te mostrar como é a linguagem que eles se comunicam, por quais canais e qual é a melhor aboragem para chegar até eles)

E atenção: faz parte da cultura data-driven acompanhar constantemente as tendências e movimentos que suas análises trazem sobre o seu negócio, seus clientes e até mesmo seus concorrentes. Então fique de olho em TODAS AS SUAS MÉTRICAS, hein? 

Ser orientado por dados já está se tornando essencial e praticamente uma questão de sobrevivência, pois as empresas que tem mais (e melhores) informações sobre seus consumidores e sobre o mercado já estão anos luz na frente daquelas que arriscam suas estratégias com “tentativa e erro”. Não dá pra ficar preso no passado se o futuro é Data Driven.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *