Elon Musk afirma que seu chip Neuralink acabará com a linguagem em até 10 anos

Em uma entrevista recente para o podcast americano “The Joe Rogan Experience”, o bilionário sul-africano e CEO da Tesla, Elon Musk, afirmou que a linguagem humana poderá terminar entre 5 a 10 anos, dando a entender que com a inovação do chip cerebral que a sua outra empresa, Neuralink, está desenvolvendo atualmente, os humanos não precisarão mais falar usando linguagens tradicionais, ou seja, não vão mais usar palavras para se comunicarem. Segundo ele, com o novo chip cerebral as pessoas “serão capazes de ler as mentes umas das outras”.

O chip em questão será capaz de se conectar ao cérebro humano e tem como um dos seus objetivos fazer com que as pessoas se comuniquem de forma mais rápida e conveniente, por meio de uma única linguagem universal. Porém, seu objetivo inicial é ajudar as pessoas a minimizar e prevenir lesões cerebrais.

Elon Musk afirmou que o sucesso do chip pode demorar de cinco a dez anos, isso se o desenvolvimento foi acelerado. Ele também acrescentou que o progresso do chip cerebral está no caminho certo, mas por enquanto, apenas com o foco em seu primeiro objetivo, relacionado à saúde.

O poder deste chip cerebral já foi exibido em um vídeo de 2019 pela Neuralink. No vídeo em questão, um macaco com um chip ativo no cérebro foi mostrado jogando um videogame semelhante a uma partida de tênis de mesa. A reação do cérebro do macaco em relação ao jogo deixou os especialistas maravilhados: apenas olhando para a tela e pensando onde a bola vai pular em seguida, o macaco foi capaz de controlar o próximo movimento da raquete virtual.

O chip é do tamanho de uma moeda, com fios conectados a condutores que serão implantados no cérebro. O procedimento de instalação do chip cerebral é simples, porém um tanto invasivo: um pedaço do crânio é cortado, e é colocado o chip no lugar do orifício.

A Neuralink relatou que o fio do chip é flexível e delicado, e por isso não pode ser instalado por uma mão humana no cérebro. Devido a este fato, a empresa também está desenvolvendo uma máquina que poderia implantar o chip cerebral perfeitamente e fundi-lo com o tecido orgânico humano. O robô que será desenvolvido também poderá auxiliar neurocirurgiões em um futuro próximo em operações cerebrais. Elon Musk se gaba de que, uma vez que o projeto esteja funcionando, as pessoas podem ir ao hospital pela manhã e voltar ao meio-dia. 

O esperado é que o chip do cerebral forneça soluções neurológicas para condições de saúde graves, incluindo doenças como o Alzheimer e até mesmo problemas na medula espinhal. De acordo com o portal The Science Times, podemos considerar o chip Neuralink uma das poucas invenções benéficas do século.

FONTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *