loader

O IMPACTO DAS FAKE NEWS NA (DES) INFORMAÇÃO 

O bate-papo entre a sócia da behup Cila Schulman e o presidente do conselho do Hospital Albert Einsten, Dr. Claudio Lottenberg, traz dicas de como não cair em notícias falsas.

Ontem aconteceu a primeira live do Projeto Repensar, que será uma série de bate-papos com profissionais renomados em suas respectivas áreas no IGTV da Suporte Comunicação (@suportecomunica), com a proposta de repensar como compartilhar conhecimento, gerar discussões e ter novos olhares sobre diversos assuntos.

A estreia contou com a participação de Cila Schulman, sócia da behup, e do Dr. Claudio Lottenberg, presidente do Conselho do Hospital Albert  Einstein, em uma conversa sobre o impacto da circulação de fake news na (des)informação das pessoas.

Cila começou o bate-papo chamando a atenção pelo excesso de fake news que está surgindo devido a pandemia do coronavírus:

“Além da pandemia do covid-19, vivemos também uma pandemia digital devido ao excesso de fake news.”

Em uma pesquisa realizada pela behup, percebemos que essas notícias, na maior parte das vezes, são levadas a sério pela população. O que é muito perigoso!

“Utilizamos nossa plataforma mobile de coleta de dados para analisar o comportamento das pessoas em relação às fakes news, e observamos que 79% das informações falsas que as elas receberam, consideraram verdadeiras. A partir disso, conseguimos ver o quanto as pessoas acreditam nas fake news. Por isso é importante que médicos e autoridades esclareçam dúvidas.” afirma Cila. 

Dr. Claudio, que recentemente foi vítima de fake news, tendo o seu nome associado a um áudio que vazou via whatsapp, com um depoimento que na realidade não foi dado por ele a respeito do coronavírus, falou sobre a importância dos médicos se posicionarem e irem à mídias passar informações corretas para a população:

“As redes sociais são locais onde você pode expressar algo com ética e passar a informação correta para a população. Nos dias de hoje, se você não se expor  como médico nos meios de comunicação, alguém que não tem o mesmo perfil ou que não possui informações correta, irá se expor.”

Um dos perigos das fake news e da falta de informação médica apontados por Cila é a automedicação. Muitos sites divulgaram curas “milagrosas” para a covid-19 que não são reais, e isso levou muitas pessoas a comprarem remédios que não precisavam. 

Quando perguntou para o Dr. Claudio a respeito do assunto, ele foi claro:

“A questão da automedicação é um equívoco. Remédio quem deve prescrever é o médico. As pessoas tendem a se medicar com produtos que já estão acostumadas, ou escutar recomendações de quem confiam, mas não são médicos. Nesses casos, as vezes tomam algo que não serve para o caso delas. Medicamentos tem efeitos colaterais, que podem até ser irreversíveis dependo da condição, por isso é algo muito perigoso.”

Após ser alvo de fake news, Dr. Claudio imediatamente se posicionou em um vídeo que compartilhou em suas redes sociais, dizendo que o áudio que estava circulando não era real,e passando as informações corretas. Além disso, ele também tem dedicado seu tempo a esclarecer dúvidas e postar conteúdos relevantes sobre o covid-19 em seu perfil, com o intuito de ajudar a população:

“Estou dedicando meu tempo em tirar dúvidas e participar de debates. Tenho postado no instagram e no linkedIn conteúdos a respeito de saúde, prevenção e respondendo perguntas e dúvidas. Compartilhando conteúdos de qualidade a respeito do tema podemos criar uma grande rede de credibilidade e combater as fake news.” 

Para também ajudar a combater as fake news, Cila deu algumas dicas:

  • Confira com empresas de fast checking se o conteúdo é real
  • Verifique se o conteúdo foi publicado por outros jornais
  • Não confie em título apelativos e url alteradas
  • Aprenda a distinguir humor de ofensa
  • Histórias falsas geralmente deturpam fatos históricos, então cheque se o que foi citado realmente aconteceu
  • Preste atenção em fotos fora de contexto
  • Não acredite em matérias com erros ortográficos
  • Fique atento as datas de compartilhamento de posts e vídeos

Anotou as dicas? Então fique esperto e consuma informação de qualidade.

Siga o perfil da @behup no instagram e não perca as próximas lives do Projeto Repensar, que trará sempre conteúdo de qualidade para você (e nada de fake news!)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *