Pandemia impulsiona reformulação do Tinder

Devido ao cenário de pandemia global causado pelo coronavírus, o ato de dar “match” no aplicativo Tinder (quando dois lados se interessaram reciprocamente) já não é mais só o pontapé inicial para um encontro cara a cara. Dados mostram que durante o isolamento social, o número médio de mensagens enviadas por dia aumentou 19% em comparação com o período anterior à pandemia, e as conversas são 32% mais longas.

Em entrevista exclusiva à BBC, Jim Lanzone, diretor do aplicativo, afirmou que pensando nisso, o Tinder está passando por uma reformulação, pois agora as interações virtuais estão muito mais intensas. Os perfis serão apresentados de forma mais “holística”, para que os usuários possam se conhecer bastante online. 

De acordo com Lanzone, com a reformulação do app as pessoas terão mais ferramentas para mostrar uma versão mais multidimensional de si mesmas, antes mesmo do “match” acontecer. Entre as novas features está a opção de adicionar vídeos ao perfil e também realizar buscas mais assertivas, podendo por exemplo, procurar por alguém que tenha animais de estimação ou que goste de aventuras.

A decisão da empresa de investir em vídeos aconteceu devido a popularidade do TikTok, que não para de crescer. Além disso, dados divulgados pelo próprio Tinder confirmam que metade dos usuários que pertencem a Geração Z (e que hoje representam mais da metade dos usuários do app) tiveram encontros por conversa de vídeo durante a pandemia.

FONTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *